Conheça FRAG, o jogo que pode ser o Overwatch do smartphone

Reunindo dos jogadores casuais aos mais dedicados, o smartphone tem aparecido há algum tempo em pesquisas como a escolha número 1 para alguns jogadores, com isso, o mercado de jogos para plataforma é um verdadeiro sucesso e grandes títulos como PUBG e Fortnite, por exemplo, acabaram aterrissando em suas versões mobile e possuem milhares de downloads.

Buscando o seu êxito na plataforma, a desenvolvedora francesa “Oh BiBi” anunciou hoje um novo jogo chamado FRAG. O título traz gráficos que lembram Fortnite e está incluso no subgênero “hero shooter” junto com outros games famosos como Team Fortress 2, Overwatch e Paladins.

O foco do game serão as “partidas curtas, mas épicas”, onde o jogador poderá escolher entre mais de 40 personagens diferentes para destruir os seus inimigos. Confira a seguir o teaser liberado pela empresa.


“FRAG é um jogo de tiro em primeira pessoa que permite que os usuários de smartphones encenem batalhas curtas, mas épicas, que podem atrair jogadores mais casuais. Na Oh BiBi, estamos em uma missão para tornar a diversão móvel ainda mais livre para jogar, concentrando-se em levar jogos de ação multiplayer épicos para o celular”

Fundada em 2012, a Oh BiBi é dirigida por Stanislas Dewavrin e Martial Valery, ambos ex-funcionários da Gameloft, e ficou conhecida inicialmente por ‘Sup Multiplayer Racing’, jogo de corrida que alcançou cerca de 30 milhões de downloads. Com FRAG, a empresa planeja entrar de cabeça no estilo FPS e trará além das citadas “batalhas épicas”, um módulo de integração a redes sociais para que os jogadores consigam gravar e compartilhar as suas batalhas com outras pessoas.

De acordo com os desenvolvedores, FRAG estará disponível em breve para dispositivos Android e iOS, e apesar de ainda não haver uma data oficial para lançamento, alguns usuários selecionados poderão desfrutar no mês de julho de uma versão beta.

Caso queira fazer parte dos selecionados para jogar o beta, basta acessar o link abaixo (em inglês) e se inscrever.

Clique aqui para fazer o cadastro.

 

Autor: Philipe Farias

Fonte: Reuters