O melhor para te proteger? Windows Defender atinge pontuação máxima em parâmetro de teste

Tendo sido lançado em 2006, o Windows Defender, antivírus desenvolvido pela Microsoft, só começou a ganhar algum de destaque por meados de 2012 com o lançamento do Windows 8. Até então, o antivírus era considerado como descartável pela maioria dos usuários, que sempre escolhiam outras alternativas de outras empresas para os defender de ameaças virtuais.

O ano de 2012 foi realmente decisivo para a ferramenta e é o meio termo entre o seu nascimento e o ano que estamos (2018). Agora, 12 anos após ser lançado, todo o esforço e investimento feito pela Microsoft durante todos esses anos mostram resultados.

De acordo com o Av-Test, instituto independente especializado em segurança virtual, o Windows Defender atingiu excelentes resultados em testes recentes, ficando a frente de muitos concorrentes, e próximo a grandes empresas de tecnologia especializadas na área.

windows-defender-im-av-t-80.jpg
Resultados do teste da Av-Test em fevereiro de 2018


Como pode ser visto na tabela acima, o antivírus da Microsoft atingiu 6/6 pontos em proteção (schutzwirkung), onde, de acordo com o instituto, relatou falsos positivos em apenas 2 ocorrências das 2000 testadas, isso é, a cada 2000 mil amostras, apenas duas foram identificadas erroneamente como prejudiciais.

Tal resultado em proteção coloca o Windows Defender pareado, pelo menos em um tópico, com grandes antivírus pagos, como Kaspersky, Symantec e Trend Micro, por exemplo. Mas mostra que a ferramenta ainda tem o que melhorar em velocidade (geschwindigkeit) e usabilidade (benutzbarkeit) se quiser chegar ao status dos grandes.

É sabido que melhorar nesses pontos não é algo que se alcança da noite para o dia, mas o gráfico abaixo, com dados do mesmo instituto, demonstra o quanto a Microsoft vem melhorando a sua ferramenta nos últimos meses, subindo 1 ponto na questão da usabilidade, e 0,5 ponto na performance.

windows-defender-im-av-t-97.jpg
Melhora do Windows Defender em apenas 3 meses


Com o resultado, a Microsoft se manifestou sobre o assunto e afirmou que o Windows Defender é ainda mais eficiente em ambientes corporativos graças a Proteção Avançada contra Ameaças (ATP), e isso foi comprovado através de testes extensivos em “ambientes corporativos reais”.

 

E você, qual o seu antivírus preferido?

 

Autor: Philipe Farias

Fonte: Winfuture