Novo recurso do Waze pede que brasileiros informem onde ainda tem combustível

 

Mesmo com as atitudes tomadas e o pronunciamento feito ontem (27) em rede nacional pelo presidente Michel Temer, caminhoneiros continuam em protesto por melhores condições para a categoria e chegam ao oitavo dia de paralisação.

Devido à greve, muitas cidades vêm passando por problemas de escassez de combustível e até mesmo de alguns alimentos. Com a proposta de ajudar as pessoas com relação ao abastecimento de seus veículos, o Waze, serviço do Google que funciona como guia de rotas, passou a permitir que usuários brasileiros informem postos que ainda possuam combustível.


337303jpg.png
Novo recurso do Waze permite ao usuário informar a disponibilidade de combustível. (Foto: Reprodução/Tecnoblog)


Agora, dentro do aplicativo, é possível que o usuário informe se os postos que passaram oferecem Gasolina, normal e aditivada, Etanol e Diesel. Além disso, o usuário ainda poderá informar o preço cobrado por cada um dos combustíveis, evitando abusos como vistos durante a semana passada, onde postos em Brasília chegaram a cobrar R$ 10 reais por 1 litro de gasolina aditivada.

Para obter o Waze para Android, clique aqui.

Para obter o Waze para iOS, clique aqui.

 

Autor: Philipe Farias