Galaxy S9: Samsung confirma baixas vendas do aparelho

Esperados como grandes herdeiros dos seus antecessores, o Galaxy S9 e S9+ foram lançados no final de fevereiro desse ano e apesar de trazerem inovações e melhorias significativas para o mercado, não foram o grande sucesso aguardado pela Samsung.

A dupla de aparelhos chegou para substituir o S8 e o S8+, que foram recordistas em vendas no segundo trimestre do ano passado, mas talvez por sua semelhança com seus irmãos mais velhos, obtiveram números semelhantes ao Galaxy S3, que foi lançando em 2012 e guarda um dos piores registros de venda da empresa sul-coreana.

Com esse péssimo rendimento de vendas sendo especulado há algum tempo por especialistas de mercado, a Samsung confirmou hoje, através da apresentação dos seus resultados financeiros para o último semestre, que as vendas dos novos aparelhos estão abaixo das expectativas.

samsung-galaxy-s9-and-s9-45.jpg
Imagem: Android Authority

De acordo com relatórios recentes, essa é a primeira vez que a linha S enfrenta um rendimento desse tipo, onde as vendas do segundo semestre são menores do que as do primeiro. Segundo a própria Samsung, os seus ganhos foram até 4% menores em relação ao mesmo período do ano passado e a culpa, ainda de acordo com a empresa, é, além das “baixas vendas do Galaxy S9”, a estagnação do mercado de smartphones para aparelhos topo de linha e o aumento da concorrência com as fabricantes chinesas.

Apesar de não ter divulgado o número de vendas da dupla S9, a divisão de telefonia móvel da empresa divulgou que ganhou cerca de U$$ 21,4 bilhões de dólares no último trimestre, sendo que o seu lucro ficou na casa dos U$$ 2,38 bilhões. Uma queda significativa se considerado o mesmo período de 2017, onde a empresa faturou cerca de U$$ 27 bilhões de dólares e obteve um lucro na faixa dos U$$ 6,8 bilhões.

Com isso, as expectativas para melhorar as contas da empresa no próximo trimestre residem sobre o Galaxy Note 9, que será lançado no próximo dia 9 de agosto. No entanto, de acordo com especulações e rumores, o novo smartphone trará o mesmo “problema” visto no S9: ele poderá ser muito parecido com o seu antecessor, derrubando as vendas.

Assim, só o futuro poderá nos dizer se a Samsung terá que aguardar até o ano que vem, com o lançamento do Galaxy S10, para recuperar os seus ganhos.

 

Autor: Philipe Farias

Fonte: Sam Mobile