Galaxy S10: nova patente fortalece rumor sobre sensor biométrico ultrassônico

Apesar de ainda não haver nenhuma informação concreta sobre a sua futura existência, o suposto Galaxy S10 é um dos dispositivos com mais vazamentos e especulações da atualidade. Previsto apenas para meados de fevereiro do ano que vem, o aparelho é aguardado com um display completamente sem bordas ou entalhes e até mesmo 3 câmeras traseiras.

Outro recurso muito esperado é a presença de um sensor biométrico abaixo da tela. Na verdade, desde que esse sensor saiu da parte frontal e foi parar na traseira, no Galaxy S8 e S8+, que há expectativas que a Samsung implemente a tecnologia de reconhecimento de digitais sob o display.

No entanto, ao contrário de fabricantes chinesas como a Vivo, a empresa sul-coreana admitiu o fato de que o reconhecimento óptico de impressões digitais, como visto no Nex S, não é tão preciso e consequentemente leva a uma “má” experiencia do usuário. Com isso, deduz-se que a Samsung não trará o recuso até conseguir algo equiparável ou melhor do que é visto hoje em seus aparelhos.

patente-galaxy-s10.png
Imagem: WccfTech

Talvez isso esteja próximo de acontecer e talvez aconteça nos próximos dispositivos da linha S. A imagem acima representa uma patente da Samsung aprovada junto ao Departamento de Marcas e Patentes dos Estados Unidos, e aborda a utilização de um sensor biométrico ultrassônico em smartphones.

A imagem concorda com rumores vindos de fornecedores taiwaneses de componentes, que disseram há pouco tempo que a Samsung traria esse tipo de sensor em seus aparelhos e poderia até mesmo abandonar o uso do leitor de íris, introduzido no Galaxy Note 7.

O documento mostra duas formas em que o novo sensor poderá ser utilizado, mas de acordo com os detalhes da patente, a tecnologia ultrassônica poderia ser empregada dentro de um botão na lateral do aparelho ou no fundo do dispositivo – com a possibilidade ainda de abrigar um sensor de imagem capaz de registrar instantaneamente a digital do usuário e usa-la para autenticação.

Com a nova tecnologia, a utilização ficaria muito mais conveniente, uma vez que elementos como água ou suor não interfeririam na autenticação. Caso os rumores e especulações estejam de fato corretos, o sensor biométrico ultrassônico poderá ser visto em duas das três variantes esperadas do Galaxy S10, sendo elas o Galaxy S10 “normal” e o Galaxy S10+, que poderá inclusive contar com uma S-Pen graças a suposta extinção da linha Note.

 

 

Autor: Philipe Farias

Fonte: Wccf Tech