Galaxy Note 9: podendo ser o último, Samsung já está cuidando da pré-venda do aparelho

Faltando um pouco menos de 3 semanas para o seu anúncio oficial, o Galaxy Note 9 foi vítima de várias especulações nos últimos meses, tendo desde seus acessórios vazados até renderizações mostrando o seu design. Até uma falsificação do smartphone foi feita!

Esperado com poucas surpresas, sendo as maiores delas o reposicionamento do sensor biométrico abaixo das câmeras e uma S-Pen remodelada, que se conectará via Bluetooth ao aparelho e contará com um novo sistema de carregamento, aparentemente a Samsung está com tudo pronto para mostrar o novo smartphone ao público. Na verdade, de acordo com uma imagem divulgada no Twitter, a empresa está adiantada até demais.

Como pode ser deduzido pela foto acima, tirada de uma loja sul-coreana, apesar do smartphone ainda não ter sido lançado, a companhia já começou a se movimentar e está organizando a sua pré-venda, que deve começar no seu país sede, Coréia do Sul. Aguardado com um preço muito semelhante ao visto na sua geração anterior, até por conta das supostas poucas modificações que receberá, o Note 9 será anunciado pela Samsung no próximo dia 9 de agosto em um evento realizado na cidade de Nova Iorque.

Unificação

E esse evento poderá ficar para história! Isso, pois de acordo com o site coreano The Bell, famoso por revelar novidades e acertar previsões sobre a marca, o Galaxy Note 9 será o último aparelho da linha Note da Samsung.

De acordo com o jornal, graças a uma ideia vinda do Vice-Presidente do Grupo Samsung, Jay Y Lee, a linha Note será fundida com a linha S no próximo ano, sendo descontinuada. Com isso, a linha S passaria a ter três aparelhos: os tradicionais modelos normal e Plus, além de um terceiro modelo com três câmeras traseiras, duas câmeras frontais e uma S-Pen.

q8x9mjp76ng9dtflhabrrk-11.jpg
Imagem: Tech Radar

A suposta atitude da empresa sul-coreana estaria apoiada em dois pilares, sendo um deles o fato do Galaxy S9 está apresentando péssimas vendas na grande maioria dos mercados em que está presente e o outro, a baixa expectativa para as vendas do Note 9.

No entanto, é válido ressaltar que isso não passa de especulação e não há confirmações reais de que a Samsung de fato adotará essa estratégia. Talvez com o lançamento de um dispositivo com a parte frontal inteiramente ocupada por tela, como está sendo especulado para o S10, a empresa consiga voltar aos eixos das vendas e decida não descontinuar a linha.

Autor: Philipe Farias

Fonte: GSM Arena