Será? Xiaomi poderá lançar em breve versões mais baratas do Mi 8 Explorer Edition

Anunciado no final do mês de maio em um evento ocorrido na China, o Xiaomi M8 Explorer Edition é o compilado de tudo que a Xiaomi pode oferecer em tecnologia atualmente para seus smartphones. O aparelho traz um hardware potente, com um processador Snapdragon 845, 8GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento interno e diversos novos recursos, como o desbloqueio via reconhecimento facial, que leva a Xiaomi ao posto de percursora entre os fabricantes Android por ser a primeira a trazer um sistema desse tipo com funcionamento semelhante ao visto no iPhone X.

Mas todo esse poder de processamento e recursos não chegam as mãos do usuário de graça e o aparelho foi anunciado na China pelo preço de CNY 3.799, o equivalente, sem impostos ou taxas, a R$ 2003 reais. Agora, um pouco depois do lançamento, a Xiaomi parece estar querendo modificar um pouco a sua estratégia de vendas para o super topo de linha e ao que indicam informações vistas no TENAA, órgão de certificação chinês semelhante a Anatel, o smartphone pode ganhar irmãos um pouco menos parrudos e consequentemente mais baratos.

207644431904-xiaomi-mi8-42.jpg
Imagem: Canaltech

De acordo com o que foi visto no site do órgão, a Xiaomi poderia estar preparando o lançamento de variantes do Mi 8 Explorer Edition com 4 GB e 6GB de memória RAM, além de versões com 64 GB e 256 GB de armazenamento interno. Como as informações ainda estão um pouco superficiais, ainda não é possível definir como essas configurações estariam atreladas, mas pode ser que vejamos duas novas variantes: uma com 4GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno e outra com 6 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno.

Por se tratarem em grande maioria de especificações inferiores as vistas atualmente na Explorer Edition, acredita-se que as novas variantes chegarão ao mercado por um preço mais em conta – abaixo dos CNY 3.799 cobrados atualmente, pelo menos.

Como era de se esperar, a Xiaomi não fez nenhuma declaração sobre o aparecimento dos aparelhos na página do TENAA, mas como a certificação foi emitida, é possível que a empresa os anuncie em breve.

Autor: Philipe Farias

Fonte: GSM Arena