Teste de resistência com 12 smartphones diferentes mostra quem é duro na queda de verdade

Por mais que as fabricantes invistam diariamente em tecnologias para evitar que seu celular sofra muito dano em uma queda, e mesmo que te falem o contrário, smartphones não foram feitos para cair. Porém, até para aqueles menos desastrados, a queda muitas vezes é inevitável. Com isso, saber qual aparelho é mais resistente antes de comprar pode ser um diferencial se você não quer perder o seu “investimento” na primeira queda.

Já se tornou uma constante canais do YouTube fazerem testes de resistência com aparelhos recém lançados no mercado afim de provar a sua durabilidade. O canal Tom’s Guide resolveu fazer mais um desses testes e expôs 12 smartphones as mais diversas situações pra saber qual deles é o mais resistente, e também o mais frágil.

Os smartphones foram derrubados a 1,21 metros em um solo de madeira, a 1,82 metros em um solo de concreto, e também foram derrubados em uma privada. O vídeo completo você pode conferir abaixo.



Sem surpresas, o smartphone com a nota mais alta de resistência foi o Moto Z2 Force, smartphone da Motorola/Lenovo feito sobre essa premissa. O espanto talvez tenha ficado por conta da 3º posição, ocupada pelo iPhone X, smartphone praticamente todo acabado em vidro. O último lugar ficou reservado para o iPhone SE.

Caso queira conferir a classificação final com todos os aparelhos, basta dar uma olhada na tabela abaixo. Os smartphones foram avaliados em notas de 1 a 10.


tabela.png
Smartphones organizados em ordem decrescente, onde o mais resistente ocupa a primeira posição e o mais frágil, a última


É válido lembrar que apesar de alguns smartphones terem se saído bem no teste, não é garantido que esses aparelhos não irão estilhaçar ou parar de funcionar após uma queda, afinal, em situações diferentes são esperados resultados diferentes. Com isso, reitero o que disse no começo: smartphones não foram feitos para cair, e talvez seja bom usar uma película e uma capinha caso queira preservar o seu por mais tempo.

E se você ainda não ficou satisfeito, o pessoal do canal LiveScience em conjunto com o Tom’s Guide deixou os mesmos celulares caírem de um drone a mais de 30 metros. O vídeo você pode conferir a seguir.



Autor: Philipe Farias