Comparativo de câmeras inteligentes – Huawei P20 Pro vs P20 vs Asus Zenfone 5

As câmeras dos smartphones é um dos principais, se não o principal, ponto para escolha de um novo smartphone por conta do usuário. O hábito de registrar cada mínimo momento, seja com uma selfie ou um vídeo, tornou-se corriqueiro. Por conta disso, as fabricantes têm se esforçado cada vez mais em melhorar as câmeras dos seus smartphones, tanto no hardware como no software. Neste último, o fator que mais tem se destacado recentemente é a utilização de inteligência artificial para auxiliar o usuário na hora de tirar uma foto ou gravar um vídeo. Nesse ponto, algumas fabricantes deram a largada.

Como é o caso da Huawei e seus smartphones topo de linha P20 e P20 Pro. Ambos equipados em suas câmeras com módulos de inteligência artificial capazes de fazer a estabilização de imagem em um vídeo, melhorar o enquadramento de uma foto, ou ainda, reconhecer em tempo real 19 tipos de categorias de objetos diferentes, ajustando automaticamente as configurações para obter a melhor foto possível para aquele tipo de objeto.

Na Asus, no seu Zenfone 5, a história não é muito diferente. Suas câmeras, também equipadas com inteligência artificial, conseguem diferenciar 16 categorias de objetos diferentes e achar as melhores configurações para esses. Além disso, o software permite que o usuário vá selecionando os melhores resultados de acordo com o seu gosto para que a inteligência aprenda, e entregue resultados superiores de acordo com as escolhas do usuário.

Na prática, as três câmeras das duas fabricantes apresentam resultados diferentes, como pode ser visto nas imagens abaixo e no vídeo a seguir (em inglês). É percebível que algumas vezes a inteligência deixa a desejar no balanço de cores, como no caso do Zenfone 5 na primeira imagem, ou em focar corretamente nos objetos, como ocorrido poucas vezes com o Huawei P20 PRO, mostrado na segunda imagem.

huawei-asuscomparativo.jpg
Algumas vezes o zenfone 5 destoou um pouco no balanço de cores.


huawei-asuscomparativo2.jpg
Em alguns momentos, o huawei p20 destoou um pouco no foco dos objetos.



O fato é, câmeras diferentes provavelmente apresentarão resultados diferentes em situações diferentes, mesmo quando feitas pelo mesmo fabricante. Exemplo disso é o comparativo abaixo, em que o Huawei P20 e P20 Pro apresentaram resultados distantes em iluminação, nitidez e saturação. Além do balanço de cor, que apresentou tons mais frios, puxados para o azul, no P20 Pro, e tons mais quentes, puxados para o amarelo, no P20.

huawei-asuscomparativo3.jpg
Apesar de pertecerem ao mesmo fabricante, P20 e P20 Pro apresentaram muitas vezes resultados distantes.


huawei-asuscomparativo4.jpg
Nessa amostra, resultados diferentes para os dois celulares da Huawei. E as palmas para bela foto registrada pelo Zenfone 5.


No caso de fabricantes diferentes, os resultados são muitas vezes mais divergentes, como já pôde ser visto nas imagens anteriores e, que fica ainda mais claro na imagem a seguir.  Note que no caso do Zenfone 5, o processamento da imagem foi tanto que parece que a foto foi tirada num entardecer, fator que pode ser positivo para alguns usuários, mas negativo para outros. Porém, é sem dúvida uma distorção da realidade do ambiente.

huawei-asuscomparativo5.jpg
Claro demais, não?


Na câmera frontal essa realidade não é muito diferente e as câmeras destoam muito entre os fabricantes, como podemos ver nos exemplos a seguir. As selfies tiradas nos smartphones da Huawei apresentam tons mais opacos e murchos, porém com um efeito bookeh (desfoque do fundo) mais natural. Enquanto os da Asus possuem tons mais vívidos, porém com um efeito de desfoque sem muita naturalidade, com arestas algumas vezes mal recortadas, parecendo que o efeito foi adicionado após a selfie ter sido tirada.

huawei-asuscomparativo6.jpg
Selfie para comparação entre as câmeras dos 3 smartphones.


huawei-asuscomparativo7.jpg
Selfie para comparação utilizando o efeito bookeh.


O que é impossível negar é que os três smartphones possuem câmeras muito boas, e graças a inteligência artificial embutida neles, as fotos são registradas da melhor maneira possível na maior parte do tempo. Com isso, a escolha da melhor câmera acaba ficando por conta do usuário, por ser muito mais uma questão de gosto do que qualidade apresentada pelos fabricantes. Ainda bem.

Autor: Philipe Farias

Fonte: ManilaShaker